Com belos gols de Thalles e Nenê, Vasco vence o Bonsucesso: 3 a 1

0
732

Líder do Grupo A, time leva sustos, mas vence com autoridade. Os cruz-maltinos enfrentarão o quarto colocado do mesmo grupo na primeira rodada da próxima fase

O Vasco, classificado em primeiro lugar no Grupo A, até levou sustos diante do Bonsucesso neste sábado, na última rodada do Campeonato Carioca, mas a qualidade individual de seus jogadores resolveu a partida. Com titulares em campo e belo gol de Thalles logo aos três minutos, a equipe comandada por Jorginho não chegou a ter total domínio no duelo no estádio Los Larios, em Xerém, mas aproveitou melhor suas oportunidades e venceu por 3 a 1. Nenê fez o segundo, com a habitual categoria ao encobrir o goleiro, e Thalles novamente mostrou oportunismo para fechar o placar na etapa final. O Bonsucesso teve duas bolas na trave e, mesmo na lanterna do Grupo B, não deu vida fácil aos cruz-maltinos. O gol da equipe foi de Matheus Pimenta.

Confirmado em primeiro lugar do Grupo A, o Vasco enfrentará na primeira rodada da segunda fase do Carioca o quarto colocado do mesmo grupo – que, neste momento, é o Fluminense, que pode tirar a terceira posição do Bangu somente com um empate diante do América neste domingo. O Bonsucesso – que perdeu pontos em tribunal por inscrição irregular de oito jogadores – termina a primeira fase como lanterna do Grupo B.

PÚBLICO E RENDA

Pagantes: 1.191

Presentes: 2.461

Renda: R$: 28.160,00

O Vasco abriu o placar logo aos três minutos. Julio Cesar avançou pela esquerda e levantou na área. Thalles tirou a marcação ao dominar a bola, girou e finalizou com precisão: 1 a 0. O time de São Januário manteve o domínio nos minutos seguintes, mas sem criar novas chances claras. O Bonsucesso percebeu e tentou ameaçar. Matheus Pimenta carimbou a trave. Julinho também teve sua chance. Bastou para o Vasco acordar. Thalles deu belo passe para Nenê, que avançou livre e tocou por cobertura: 2 a 0.

No segundo tempo, quem marcou com menos de um minuto de jogo foi o Bonsucesso. Matheus Salgado fez boa jogada e achou Matheus Pimenta livre na área para descontar: 2 a 1. Aos oito, Julinho errou a saída de bola e entregou para Thalles, que forçou Léo a grande defesa. Aos 16, Pikachu furou de novo, ao tentar uma difícil finalização de primeira. Aos 35, Pikachu cruzou, o goleiro não segurou, e a bola sobrou para Thalles fuzilar: 3 a 1. A partir daí o Vasco não teve dificuldade para administrar a vitória.

THALLES

Thalles abriu o placar para o Vasco logo nos primeiros minutos, limpando a marcação ao dominar a bola, para girar e bater com categoria. O atacante se movimentou bem na partida e acabou sendo também garçom, ao ajeitar de peito para o golaço por cobertura de Nenê – o segundo da equipe. Na etapa final, o atacante ainda mostrou oportunismo para marcar o terceiro gol cruz-maltino.

Fonte: Globoesporte.com