FORTALEZA: Quatro dias de ataques a órgãos de Segurança

0
687
Viatura do Batalhão de Policiamento Comunitário (BPCom-Ronda do Quarteirão) foi alvo de disparos na noite do último sábado, no bairro Pan Americano

Ninguém foi preso suspeito dos atentados aos prédios públicos ou aos veículos da Segurança Pública

Uma sequência de atentados contra policiais militares, prédios públicos e ônibus vem sendo registrada, nos últimos quatro dias, no estado. A noite de sábado e madrugada de ontem foram novamente movimentadas por uma ocorrência de disparos contra uma delegacia e duas viaturas, uma da pm e outra do corpo do bombeiros militar (cbm) atacadas.

Na noite de sábado, a viatura dos bombeiros foi acionada para uma ocorrência, na barra do ceará, mas quando se aproximava do local foi alvejada por várias pedras. Um dos militares que fazia parte da patrulha em deslocamento foi ferido na mão.

Algumas horas depois, já durante a madrugada, uma viatura da pm sofreu um atentado, no bairro panamericano. De acordo com a polícia, o veículo foi alvejado por, pelo menos, seis tiros. Os vidros das portas foram quebrados e os pneus furados, mas ninguém ficou ferido, segundo informações do soldado cardoso, comandante da patrulha no momento do ataque.

“deu tempo de a gente revidar os disparos e se abrigar para não ser atingido. Os suspeitos fugiram, mas o importante é que estamos todos bem”, disse o militar. Ainda durante a madrugada, mais uma delegacia da capital foi alvo de ataques de bandidos. Desta vez o alvo foi o 17º dp (conjunto vila velha).

As imagens das câmeras do circuito interno de segurança da delegacia mostram o momento em que um homem chega ao local, pilotando uma motocicleta e efetua diversos disparos.

Ele teria atirado cerca de 10 vezes contra a fachada do prédio. Não há registro de feridos durante a ação. O criminoso não usava nada para esconder o rosto no momento em que atirou, mas ainda não foi identificado.

O funcionamento da delegacia foi mantido normalmente durante o dia de ontem. Até o momento já são cinco delegacias atacadas deste o último dia 14 até ontem, sendo três em fortaleza, uma em caucaia e uma em sobral. Ninguém foi preso suspeito de ter participado das ações criminosas.

Além disto já aconteceram dois atentados à sede da guarda municipal de fortaleza (gmf) e três policiais militares fardados foral vítimas de disparos de armas de fogo. Três ônibus foram queimados neste período de quatro dias, um deles fazia o transporte dos agentes penitenciários, mas estava vazio, no momento em que bandidos atearam fogo no coletivo.

Controle

O coronel Lauro Carlos de Araújo Prado, secretário adjunto da segurança pública e defesa social (ssdps) disse que apesar da sequência de atentados, a situação está sob o controle da pasta. “são acontecimentos preocupantes, porque nunca tivemos situações de repetidas afrontas ao estado como esta. Mesmo assim, a secretaria está no controle. Esperamos para logo resultados mais eficazes no que diz respeito à prisão de suspeitos”, declarou o secretário adjunto.

Lauro prado disse também que estão sendo tomadas medidas para coibir e prevenir os ataques. “estamos intensificando nossas abordagens. As viaturas estão rodando em dupla exatamente para abordar o maior número de pessoas possível. Intensificamos também as atividades dos setores de inteligência”.

Sobre a proteção dos policiais, o coronel afirmou que a polícia civil já estava com um reforço no efetivo e viaturas da pm estão fazendo rondas próximo a delegacias e quartéis para evitar que sejam feitos disparos contra os prédios e alguém fique ferido. “quanto aos pms estamos alertando para que redobrem a atenção nas ruas, porque a nossa profissão por si só já é de risco, imagine em uma situação atípica”, afirmou o oficial.

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/policia/quatro-dias-de-ataques-a-orgaos-de-seguranca-1.1584960

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA