DADOS VERGONHOSOS DA SEGURANÇA PÚBLICA BRASILEIRA

1
1319

O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), em pronunciamento sobre a segurança pública no país na data de hoje (11), fez revelações estatísticas capazes de deixar a população brasileira estarrecida.

Dados levantados somente no Estado do Rio de Janeiro, dão conta de que em 2015 a polícia do estado prendeu mais de 60 mil criminosos e apreenderam 8.920 armas de fogo. Em contrapartida, os criminosos praticaram 197.994 crimes entre eles roubos a pedestres, roubos a comércio, roubos a veículos, roubos à residências e assassinatos.

Estupraram 4.887 mulheres, sequestraram 137 pessoas, assassinaram 4.362 pessoas. Os criminosos balearam 66 policiais e desses 26 morreram. Mas aí é que deveria vir a revolta do povo brasileiro. Uma determinada ONG internacional chamada Human Rights Watch que defende os direitos humanos e boa parte da mídia só se importaram com 645 bandidos que morreram trocando tiros com a polícia.

Mas ao citarmos isso não estamos utilizando simplesmente o discurso oposicionista, mas, principalmente, tentando levar à consciência da sociedade brasileira de que atitudes como essa dessa ONG Internacional só motiva o bandido a cada dia mais enfrentar a polícia, saber que vai estar impune e que se dane a sociedade.

Esse não pode ser considerado um país sério ao aceitar um comentário de uma Organização como essa, que recebe recursos sabe-se lá de onde, com o nítido propósito de impressionar organismos internacionais.

Em países sérios, isso teria sido tratado de outra forma. Recentemente, nos Estados Unidos, a morte de cinco policiais americanos comoveu a todos e levou o até mesmo o Presidente Barac Obama a cancelar uma viagem internacional para prestar solidariedade aos policiais. Os presidenciáveis Hillary Clinton e Donald Trump também fizeram questão de mencionar e dar ênfase ao assassinato dos policiais. Em contrapartida, no Brasil tivemos quase 500 policiais assassinados em 2015 e ninguém abriu a boca para falar nada. Isso nos faz pensar que a vida de um policial, no Brasil, é descartável.

Finalizando, Fraga fez um apelo à população nacional para que apoie a polícia do Brasil, a sua polícia. Que revejam seus conceitos e valorize aqueles que estão no dia-a-dia dando sua própria vida por aqueles que sequer conhece. Como se pode cobrar eficiência de primeiro mundo se o pensamento da sociedade brasileira é de um país de quinto mundo?

Da redação,

Por Poliglota…

Assista ao pronunciamento:

1 COMENTÁRIO

  1. Todo cidadão de bem devem se organizar e formar grupos jurídicos, e, qualquer delito que sofrer, jogar na conta do Estado e dos governos! Aí vão pensar mil vezes em beneficiar bandidos!

DEIXE UMA RESPOSTA