Governo e sindicatos de policiais civis reabrem diálogo e nova proposta será apresentada

6
1163
CRÉDITO: ANDRÉ VIOLATTI

Depois de uma reunião no Ministério Público do DF, governo e sindicatos de policiais civis reabriram o diálogo.

O governo de Rodrigo Rollemberg anunciou que vai apresentar na próxima quarta-feira (31) uma nova proposta à categoria. Por ora, os cargos comissionados não serão exonerados no Diário Oficial do DF.

A reunião, que começou às 11h30, no gabinete do procurador-geral de Justiça do DF, Leonardo Bessa, contou com a participação de vários integrantes do governo. Estavam lá o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, a secretária de Planejamento, Leany Lemos, a procuradora-geral do DF, Paola Aires, e o secretário de Fazenda, João Fleury.

A equipe de Rollemberg fez uma explanação sobre as dificuldades financeiras e os riscos de descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. Mesmo assim, o governo se dispõe a apresentar uma nova proposta e reabrir as negociações.

A Polícia Civil estava representada pelo presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco, o Gaúcho, e pelo vice-presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil, Rodrigo Sampaio. O diretor-geral da Polícia Civil, Eric Seba, também participou.

Além de Leonardo Bessa, vários promotores acompanharam a discussão. O procurador Demóstenes Três Albuquerque representou o Ministério Público de Contas.

Numa reunião na tarde de ontem (23), Bessa e o governador Rodrigo Rollemberg trataram do assunto. Foi o início dessa nova fase de discussões sobre a possibilidade de o GDF manter a paridade dos salários de policiais civis aos dos policiais federais.

O procurador-geral de Justiça do DF se colocou à disposição para intermediar um acordo entre o governo e os sindicatos.

Bessa e Rollemberg conversaram sobre a gravidade da crise na segurança pública, com a entrega dos cargos de chefia de agentes e de delegados.

Os sindicalistas agiram devem informar sobre o teor da reunião à categoria em assembleias.

Fonte: Correio Braziliense

6 COMENTÁRIOS

  1. Enquanto isso o nobre Comandante Geral da PMDF não consegue reduzir um intertício! É muita passividade e medo de perder um cargo! E uma vergonha a Policia Militar ter um Comandante assim!!

  2. Kd o Fraga Poliglota? Pq está calado? Os representantes da PC estão fazendo a parte deles. Foi nos prometido igualdade, então é esperar, mas os riscos de não conseguirmos nada sempre existem. Será triste a PC ganhar alguma coisa e nós não, um dos culpados já sabemos pois gritou na Câmara, convocou os PM’s e BM’s e na hora ou até agora não vimos ajuda para conseguirmos alguma coisa. Os nossos CMD’s, Chefe da Casa Militar e associações precisam de alguém com força política para negociar, entãooo, kd Poliglota? Precisamos de respostas!

    • Nobre amigo, o deputado Alberto Fraga continua no mesmo lugar. Pergunte aos organizadores da assembleia quais foram as tratativas nas duas reuniões realizadas com ele? Se forem honestos, responderão que ficou deliberado que todas as ações dali por diante seriam tomadas em conjunto com todas as representações e a decisão sairia do gabinete. Foi isso que aconteceu? Agora não menospreze o trabalho de quem continua fazendo, mesmo que seja solitariamente.

      Grande abraço

  3. A culpa é da casa militar que atrelou nosso interstício ao aumento dos PCs e agora nem eles nem nós vamos receber nada! Até onde sei estava tudo certo para sair às promoções agora em setembro! Mas fomos cair na conversa dos oficiais que queriam fazer média com o governador usando a tropa! Olha ai o resultado! O governador não vai dar o nosso com argumento que os PCs vão querer que dê o deles e que já vamos receber a parcela do Auxilio Moradia agora. A tropa está sendo usada por alguns oficiais e por esse governo mentiroso, por isso teve muito oficial achando ruim quando o Jabá e o Eliomar chamaram para assembléia.

  4. Vamos retornar ao que de melhor fazemos, eu estou cansado, trabalho bem devagar para não ficar doente, e minha coluna tem doido muito, acho que vou este final de semana ao médico, junto com cerca de 100 policiais do meu quartel, terça era para estar esplanada, mas acho que não vou conseguir, será que alguém está com o mesmo problema? Acho que é grave e virou surto meu Deus.

DEIXE UMA RESPOSTA