Coronel que pediu isonomia entre as forças policiais do DF é exonerado

23
17685

O Comandante da Academia de Polícia Militar, Coronel JEAN Rodrigues Oliveira, foi exonerado pelo governador do Distrito Federal (DODF Nº 168 DE 05/09/2016), Rodrigo Rollemberg e responderá a processo administrativo, por ter emitido a sua opinião acerca da paridade entre os percentuais a serem oferecidos aos órgão de segurança do DF em redes sociais semana passada, Clique Aqui.

Após a publicação de sua exoneração, o Coronel Jean voltou ás redes sociais para informar aos policiais e bombeiros a decisão do governador. Num vídeo de 3 minutos demonstrou a sua surpresa e insatisfação por ter sofrido represálias somente por emitir sua opinião, e pede ao Governador Rodrigo Rollemberg, a despeito da assessoria que alguns possam lhe estar prestando, que não trate os integrantes da segurança pública de maneira desigual. Coloque todos reunidos na mesma mesa, de forma conjunta, e discuta a melhor saída.

No entanto, segundo nota emitida pelo ex-comandante da Academia, a situação já se arrastava por conta de suas críticas ao desmonte que está ocorrendo dos Batalhões da PM, fruto do Decreto nº 37.321/16 de 06/05/2016, publicado pelo governador Rollemberg e que tem causado insatisfação da população, inclusive com manifestações semana passada em Santa Maria e Samambaia.

O fato de a Polícia Militar não ser sindicalizada acaba por trazer consequências desagradáveis a seus componentes que não podem se manifestar por conta de Códigos e Regulamentos arcaicos que estão à margem da Constituição Federal e precisam ser revistos, diferentemente dos sindicatos de Agentes e Delegados da Polícia Civil que tem amparo legal.

Semana passada, por exemplo, os sindicatos de agentes e delegados tiveram que entrar com um mandado de segurança para que os cargos em comissão entregues por delegados e agentes fosse publicado oficialmente no Diário Oficial do DF, após rejeitarem as propostas salariais oferecidas pelo GDF.

Segundo alguns policiais ouvidos pelo blog, a receptividade da represália não foi bem recebida. Policiais, Praças e Oficiais, são unânimes em afirmar que não pode haver dois pesos e duas medidas em relação ao tratamento aos órgão de segurança. “A exoneração do coronel é um ato ditatorial e pode trazer consequências graves interna e externamente na corporação, pois a desmotivação passa a ser mais acentuada ainda”, afirmou um policial. “Se de um lado agentes e delegados brigam para serem publicadas suas exonerações em diário Oficial, porque do outro se exonera somente por expor sua opinião?”, disse outro policial, que pediram para não serem identificados.

O blog também ouviu o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), que também é coronel da reserva da Polícia Militar. “Esse é o preço de quem é militar paga. A manifestação foi corajosa, necessária e o coronel Jean tem meu respeito e esse mesmo caminho deveria ser seguido por todos os outros coronéis. Mas percebe-se que são pouquíssimos os que tem coragem e determinação que o Jean demonstrou ter. Por isso eu afirmei na assembleia no Clube dos Oficiais de que não acreditava nas palavras de Rollemberg. Agora, com a palavra o Major Palhares que é presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar (ASOF). Exonerar um coronel somente porque externou a sua opinião de forma respeitosa, sem agredir ninguém, imagine para baixo o que pode acontecer!”, disse Fraga.

Veja o vídeo:

Da redação,

Por Poliglota…

23 COMENTÁRIOS

  1. E AI FRAGA VAI DEIXAR QUIETO ? VAI SE ACOVARDAR ?
    O CORONEL RUAN NÃO É DEPUTADO, NÃO TEM IMUNIDADE E MESMO ASSIM SE MANIFESTOU POSITIVAMENTE PARA A CATEGORIA PM E BEM E VC O QUE VAI FAZER? ALÉM DE FALAR DEMAIS NÃO TIRAR ESSA BUNDA GORDA DA CADEIRA….

    TENHO UM CANDIDATO A FEDERAL NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES:
    CORONEL “RUAN” MELHOR DO QUE O FRAGA R2 QUE SÓ VER O PRÓPRIO UMBIGO COVARDE..COVARDE…COVARDE…COVARDE …COVARDE …

  2. PALAVRA DE UM COVARDE PARLAMENTAR COM IMUNIDADE JOGAR PARA A ASOF O PROBLEMA E NÃO ASSUMIR SUA REPRESENTATIVIDADE:

    A manifestação foi corajosa, necessária e o coronel Jean tem meu respeito e esse mesmo caminho deveria ser seguido por todos os outros coronéis. Mas percebe-se que são pouquíssimos os que tem coragem e determinação que o Jean demonstrou ter. Por isso eu afirmei na assembleia no Clube dos Oficiais de que não acreditava nas palavras de Rollemberg. Agora, com a palavra o Major Palhares que é presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar (ASOF). Exonerar um coronel somente porque externou a sua opinião de forma respeitosa, sem agredir ninguém, imagine para baixo o que pode acontecer!”, disse Fraga.

    FRAGA VC É O QUE?
    RESPONDE AI POLIGLOTA?

  3. Aí eles jogam com o praça mais uma vez para fazer a tartaruga, no fim eles levam o maior parte do bolo. Enquanto aos praças: respondem, são punidos e se lascam. Temos que ser mais inteligentes! Não ví este nobre Cel abrir a boca pela redução de intertício dos praças, pelos coletes que vão fazer aniversario de vencimento, pela nosso Sistema de Saúde, que é só pra Inglês ver!! Esta politica de Salvador da Pátria estou casado de ver!

  4. Calote eleitoral pode? Quem disse ao Governador que a Polícia Civil é melhor que a Polícia Militar! Os Comandantes deveriam seguir o exemplo dos delegados e chefes da PCDF e entregarem seus cargos! Ao meu vê cargo comissionado é função de confiança, algo não obrigatório, portanto aqueles que entregarem e os que não aceitarem não esta cometendo nenhum tipo de irregularidade. Parabéns ao Cel Jean por seu posicionamento, espero que seus pares sigam seu exemplo e fiquem do lado dos seus comandados.

  5. Pra que fazer concurso pra PC? Ficar meses de greve queimar caixões,entregar cargos , viaturas ,ficar com baixarias no buriti , perder gratificação , cortes nos salários e não consegui pressionar o governo ! Pois é uma categoria fraca! Marcos foi o tempo que vcs eram uma boa opção para concurso público, agora governo caga e anda e vai ficar pior quando a PM fizer 70 porcentos do serviço na confecção do TCO ,aproveita esses últimos momentos de pleitos pois quem vai queimar vcs num grande número de caixoes será o próximo governo , a vantagem que ainda fazemos grande falta na Segurança Pública , só não ganhamos a igualdade porque vcs não definiram o percentual ….pode crê a tartaruga faz mais estrago do que dez greve da Civil…

    • 70℅ aí que você se engana. Uma DP faz em média 150 TCs por mês, destes cerca de 30 são TCs em flagrante levados pela PMDF. Então não faria diferença, seria até melhor pois não faria tumulto nos plantões com chinelagens. Mas, daí pra PMDF conseguir isso já é outra história. Como será confeccionado TCs de Porte de Substância Entorpecente ou de Dano, sem perícia? Para isso os peritos teriam que estar desvinculados à PCDF. Então por enquanto não vejo sucesso em tal implementação. Quanto a achar que policial civil é balconista, prefiro nem comentar. Obs: já fiz parte da PMDF e respeito a instituição.

    • André, se a PC não fizesse falta os números da violência não estariam subindo. Ou vcs são muito ingênuos ou são incompetentes. “Pode deixar que a PM segura a violência….”. Ledo engano, segura é o caramba. A PM só entra em ação quando a ação é flagrancial. Não pegou em flagrante, esquece a PM, pois a investigação é com a PC. Só mais uma coisa: em lugares onde a PC foi negligenciada e a PM achou que daria conta do recado, o crime organizado já tomou conta. Fazer rondinha não acaba com crime organizado não, meu camarada.

  6. Sem contar que eu não tenho paciência de ficar atrás do balcão por toda uma vida profissional , balconistas nem.pensar Marcos o tempo não passa …kkkk
    Balconista 3
    Balconista 2
    Balconista 1
    Balconista classe especial…kkkkk
    Quando aposentar pode entregar currículo num armarinho
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    O quanto custa essa agulhas?
    E esses botões?

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Prefiro o operacional sem contar os lanches na padarias ,as gatinhas na rua rsrsrsrs o tempo passa rápido falta é o bom andamento de promoções pelo menos em 3 ou 4 anos dar para aposentar com uma patente até major.

  7. Quem votou no Rollemberg(não é o meu caso), é porque não examinou a vida desse sujeito.
    Só para relembrar, em 2006 ele se candidatou a Governador, tendo como vice o Coronel Juan, que os mais antigos da PMDF conhecem como um dos mais arbitrários oficiais que já passaram por aqui.
    Em 2013/2014, o enRollemberg deixou claro que iria tratar a ferro e fogo os servidores de segurança pública, quando comentava sobre os movimentos paredistas. Inclusive, esse sujeito até citou a possibilidade de criar uma GUARDA CIVIL DISTRITAL, ficando claro que não atenderia facilmente os pleitos das categorias.

  8. NOTA DO COMANDO GERAL PMDF

    Criado em 06-09-16 17:56 Última atualização em 06-09-16 18:17 Escrito por Comunicação Social

    A Polícia Militar do Distrito Federal informa que o recente ato do Comando Geral, por meio do qual exonerou oficial pertencente à alta gestão da Corporação é resultado da abertura de procedimento apuratório instaurado em decorrência de manifestação pública, acintosa e com indícios de ilegalidade em assuntos afetos à PMDF, feitos pelo referido oficial em carta aberta.
    Cabe salientar que, a referida exoneração é obrigatória, conforme prevê a Portaria PMDF Nº 1005, de 02 de agosto de 2016, sendo que em situações análogas ocorridas anteriormente, tais afastamentos se davam de forma discricionária. Ressalta-se ainda que o oficial em questão poderia dentro da legalidade e dos limites impostos pela hierarquia e disciplina, emitir suas opiniões e idéias, sem no entanto, incitar os companheiros de farda à indignação contra o dever, a ordem vigente e à abdicar dos seus cargos funcionais.
    Por fim, independente de posto ou graduação, o comando da Corporação, respeitando fielmente todas os preceitos e obrigações legais que lhe compete, não será conivente com atos que atentem contra os pilares da hierarquia e disciplina de nenhum policial militar.