Jornalista da Record agride moradora durante entrevista em São Sebastião

25
8714

Acostumados a ter olhos clínicos quando policiais agem com o uso progressivo da força em suas missões, hoje uma jornalista da Rede Record sentiu na pele o que é lidar diuturnamente com o povo e sofrer todo tipo de provocação, principalmente com aqueles que estão no limite da revolta.

Durante um protesto contra a reintegração de posse na zona rural Zumbi dos Palmares, em São Sebastião, a Rede Record cobria a manifestação dos moradores quando a jornalista âncora da matéria perdeu as estribeiras com uma moradora e partiu para o quebra pau, enfiando o microfone na cara da moradora que estava com as mãos cheias de bolsas e sacolas e sem condições de se defender. Se não fosse os moradores, o cinegrafista e técnicos que acompanhavam a repórter, o evento seria digno das melhores lutas de MMA.

O fato chamou a atenção já que, geralmente, os jornalistas das grandes mídias são, ou deveriam, ser preparados para esses tipos de confrontos. Num clima tenso e como um barril de pólvora, era o mínimo que ela poderia se deparar.

É bom lembrar que fatos dessa natureza são rotineiros no dia-a-dia dos agentes da Lei (Policiais e Bombeiros), no qual boa parte da imprensa procura somente observar um lado da história. Com esse gesto a jornalista demonstrou falta de preparo e controle emocional e a Rede Record, como um meio de comunicação sério, não pode se omitir de divulgar e tomar as devidas providências contra a atitude destemperada de sua repórter. Pena que lá não existe Tribunal Militar, Corregedoria e nem Comissão de Direitos Humanos.

Veja o vídeo da agressão da jornalista:

Da redação

25 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro: a mulher não estava com as mãos cheias de bolsa, poderia sim se defender.
    Segundo: a repórter foi agredida com palavras e a mulher xingou a mãe dela. Eu teria esquecido minha profissão e metido o tapa na boca dela pra aprender a não xingar a mãe de ninguém.
    Terceiro: essas pessoas só vão com ignorância pra cima dos que estão fazendo o trabalho (repórter, polícia, bombeiros, etc) duvido se o chefe maior tipo o governador aparecesse lá ela iria beijar as mãos deles.
    É sempre assim querem lutar por direitos e desconhecem quais são.

    • Odeio governo odeio puliticos você acha fácil uma mãe d 3 filhos ganha 1.600 de salário paga um imprestimo de 45mil no lote eu comprei do dono da chácara vê a sua casa no chão sem dinheiro para pagar aluguel com Deus filho na rua na chuva uma rede Recor chamar d imvasoures badindo você acha pouco quem não ajuda não julga fui eu a moradora agredida undo para o trabalho para sustentar seus filho coloca fogo no ônibus q eu pro trabalho vem um reporte ti atedi mal herdei em emecionar a mãe mas minha querida era muita coisa para uma mulher só com Deus 3filhos em casasem nada e correndo o risco d morrer na rua indo pro trabalho põe Só no meu lugar uma mãe desesperada

  2. Excelente! Pensei o mesmo: Policiais sofrem com xingamentos e ofensas no exercício de suas atividades e sempre tentam mediar conflitos. Já estão preparados para essas atitudes mais intempestivas e agressivas, mas procuram, na maioria das vezes, apaziguar, com cautela e dentro da Lei, tais situações conflituosas. O similar preparo e atitudes urbanas deveriam, em tese, ser adotados pelos repórteres de rua. Nesse caso, chama a polícia! Polícia essa tão criticada e apedrejada por essa imprensa local. Papel de repórter não é xingar, agredir, é informar com imparcialidade, contar fatos com precisão, sem entrar no mérito, julgamento ou “ringue” em razão das “oposições”.

  3. Fala sério…a jornalista perdeu a cabeça com a falta de respeito da senhora em questão…Jornalista não é Deus, não! São humanos e pode sim, perder o controle…Não vou nem chama-lo se sensacionalista, pois, que vê o vídeo, percebe que entre o que está escrito e o que foi filmado, há um grande hiato!

    midiazinha irresponsável!

    • Cara Adelina, tem realmente alguns comentários que somos obrigados a moderar pela falta de conteúdo e desrespeito ao leitor assíduo de nosso espaço. Mas no seu caso fizemos questão de publicá-lo.

      Primeiro porque se você veio aqui emitir sua opinião é sinal de que não se trata de uma “midiazinha”; pode até ser em relação as grandes surrupiadoras dos recursos públicos com milionárias verbas de publicidade, se esse foi o sentido de sua colocação.

      Segundo que espero que seja suficientemente esclarecida de que a vida é uma via de mão dupla. O que vai hoje, volta amanhã. Assim como sua jornalista é humana, policiais também são humanos..ou não? Ah, já sei..você vai dizer que eles são preparados pra isso né verdade? Sim, são sim, mas da mesma forma que achávamos que jornalistas, e eu sou jornalista também (preparo duplo), deviam ter preparo para o trabalho que exercem, ainda mais dessa natureza.

      De qualquer forma, agradecemos sua valorosa participação em nossa “midiazinha” e seja bem vinda sempre. Foi também com a ajuda dos críticos esporádicos que alcançamos a cifra de mais de 8 (oito) milhões de eleitores e em apenas 4 aninhos. Obrigado minha cara e volte sempre.

      Poliglota…

  4. Essa mesma repórter destemperada e dramática ao extremo, no dia anterior nesta mesma operação em são Tião, um PM incomodado com uma senhora que filmava a operação, o PM bateu com a tonfa no celular dessa senhora, aí essa mesma repórter dramática e o Henrique chato, esbravejaram que o PM estava agredindo a pobre senhora, que despreparo em nobre repórter, que feio em record, sentiram na pele o que os PMS guerreiros passam todos os dias.

  5. Ela é um ser humano e como qualquer um teve seu dia ruim. Ai você está fazendo seu trabalho como todos os dias, vem uma senhora dessa mal educada e intrometida e quizumba a porcaria da entrevista que já está tensa por natureza diante da situação, como si não bastasse, ainda xinga a mãe, a emissora, a jornalista. impede que a reportagem seja feita e ainda tem pessoas que aprovam o ato como se os jornalistas tivessem que ser robores e suportar todo tipo de humilhação, ela tinha que se preparar para que? receber esse tipo de desrespeito e humilhação?É brincadeira né!! Talvez Google e as redes sociais devessem se preparar tbm para pessoas que escrevem porcarias como essas. #cumplicedafaltaderespeito #poderiatersidocomvc

  6. Pelos comentários Poliglota, os puxa-sacos de plantão não gostaram muito do que viram. Mas paciência! Quem tem telhado de vidro não pode jogar pedra no telhado do vizinho kkkkk..E pior é perceber que os comentários logicamente devem ter partido daqueles que estão acostumados a atirar a primeira pedra na polícia e nos policiais. Viu como dói galerinha? Aprendam a respeitar as únicas pessoas nesse mundo que cagam para quem você seja, qual sua etinia, sua cor, seu estado civil e por vocês dão a vida. Deveriam ter vergonha de defender o indefensável. Não tem preparo? Vai pra escolinha do professor raimundo.

  7. – Realmente e uma falta de preparo emocional, você esta no meio de uma ´´panela de pressão´´, as vezes tem que se acalmar qualquer coisa deve ir embora, infelizmente muitas pessoas esquecem disso, você trabalha no SUS esteja preparado, na área da Segurança e a mesma coisa, o nível de estresse e muito grande, ser Professor e a mesma coisa, trabalhar em uma Loja e a mesma coisa, você deve sempre perceber que as pessoas tem objetivos e interesses, se elas tiverem seus interesses atendidos elas ate esquecem de você, sendo assim evitar os conflitos e muito importante, para isso trabalhe com transparência e verdade. Essa Repórter e uma vergonha para a Record.

  8. Pois sou eu agredida mesmo uma mãe q trabalha para dar d comida para seus filhos é chamada d ivasores bandido pela Rede recor vou tomar satisfação com a Reporte fui maltratada na frente d todos errei em emecionar a mãe dela mas ela mim machucou muito já tivi deprecao agora q estou vivedo esse momento com casa derrubada cem dinheiro pro aluguel pagando prestação do lote q comprei d grileiros Aída sendo chocada por palavroso dos amigo dela desde aconteceu esse fato eu não Como passando muito mal mas não vem niguem mim ajudar só crítica ser humanos não crtica ajuda em ves d criticar sim não ajuda não critica

  9. Adorei, os apresentadores ficam dentro dos estúdios só criticando a parte fraca da população, a pobre repórter, realmente sem preparo emocional nenhum, perdeu a compostura, agressão física faz com que vc perca a razão, que trabalha com a população têm q aprender a ter ouvidos de mercador ……. Record vamos investir mais em psiquiatria e psicólogo!!!! O comportamento dos seus funcionários estão assustador!