Não vou te mostrar, você não merece meu respeito! Policial Militar do Rio de Janeiro filma o próprio suicídio.

1
2742
Douglas, um menino, vítima do Sistema porco que são os governos!

É lógico que a maioria dos leitores que acabaram de acessar o site gostariam de ver as imagens do policial se suicidando, principalmente os bandidos e insensíveis, sim, aqueles que tomaram parte do país sob os olhares inertes dos governantes e das famigeradas Comissões de Direitos Humanos espalhadas pelo país que só defendem bandidos. A esses meu conselho: Adotem um vagabundo!!!!

Mas não vou mostrar! Chupem essa ou vejam e assistam nos sites sensacionalistas que utilizam da desgraça alheia para vender mídia. Essa porra tem que acabar. Vou fugir da minha linha editorial e dane-se a sociedade e esse governo safado, hipócrita e que pouco está se importando com números, pois não passamos disso, números e nada mais.

Um policial militar do Rio de Janeiro, de apenas 28 anos de idade (meu Deus!!! a idade de um de meus filhos) transmitiu ao vivo sua própria morte ontem (28) nas redes sociais, principalmente o Facebook.

Douglas Vieira era o nome do herói, do cara que você não conhecia mas que jurou defender sua vida desde o dia que entrou na corporação em detrimento da dele próprio. Do cara que não media esforços para que a justiça fosse feita. Do cara que saiu muitas vezes de sua casa sem saber se voltaria para dar um abraço em sua família, sua esposa e seus filhos. Não teve estrutura emocional e nem física para conseguir conviver com a atual realidade do país. O Brasil perdeu o rumo e continuará a ir para o fundo do poço.

A mídia porca, imunda e extremamente individualista vai aproveitar a situação para vender seus factóides. Cliques, acessos e compartilhamentos hoje valem mais do que uma vida! O Policial passava por um processo de divórcio e cobrava pelas redes sociais o depósito de salários atrasados de um governo que deveria olhar e cumprir com suas obrigações, para que ele, também, honrasse seus compromissos. Como pagar pensão se não recebia do Estado? Onde estão esses fdps nesse momento? Um deles está na cadeia, SÉRGIO CABRAL, e assim esperamos que todos sejam encaminhados para o mesmo lugar, como esse vagabundo do Pezão, Lula e Dilma. Todos estarão para sempre com suas mãos manchadas de sangue. Sangue da morte de Agentes do Estado que só queriam que a Lei fosse cumprida conforme a Constituição Federal de 1988!

A única coisa que me reservo a publicar é a última mensagem do policial antes de cometer seu ato. “E aí, tranquilidade? ‘Tamo’ junto. Quero ver quem tem disposição para ver ‘bagulho’ ao vivo. Quem não tem estômago mete o pé. O ‘bagulho’ vai ficar doido agora”, disse ele antes de atirar contra a própria cabeça e ceifar sua própria vida.

Deixo aqui a reflexão a essa sociedade hipócrita que está pensando unicamente na resolução de seus problemas, esquecendo-se de que do outro lado da linha tem pessoas que se comprometeram, com o risco da própria vida, a lutar por VOCÊ! Você, cidadão, que defende o marginal, o bandido, aquele que não pensa duas vezes em atingir seus propósitos, mesmo às custas de vidas alheias. Ora de repensar seus conceitos.

Não critiquem a atitude do companheiro, mesmo não sendo a mais correta, mas entendam que um gesto desses é sinônimo de que perdemos o rumo, o crédito e a confiança em quem nos governa. Que essa morte seja, única e exclusivamente, creditada nas consciências e mãos daqueles que tocam esse país em direção.

Fiz esse texto sob lágrimas, pois só nós sabemos o que é ser POLICIAL MILITAR quando passamos pelo processo de SER POLICIAL!

Da redação,

Por Poliglota…

1 COMENTÁRIO