DF tem menor taxa de homicídios em janeiro dos últimos 13 anos

0
547

Foram 40 crimes do tipo em 2017. Em relação a 2016, a redução foi de 45,9%. Dados foram apresentados nesta segunda-feira (6) pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do DF

O Distrito Federal teve, em 2017, o menor número de homicídios desde 2004 no primeiro mês do ano. Há 13 anos, foram registradas 37 mortes violentas em janeiro (à época, Brasília tinha 2,3 milhões de habitantes e hoje são cerca de 3 milhões). Em comparação ao mesmo período de 2016, a redução em 2017 foi de 45,9% — baixou de 74 casos para 40. Os dados foram divulgados pela Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do DF nesta segunda-feira (6), em entrevista coletiva no Palácio do Buriti.

Além da diminuição nos casos de assassinatos, as mortes no trânsito também caíram em comparação com o mesmo período no ano passado. Foram 26 mortes em 2016 e 16 em 2017, o que significa redução de 38,5%. Roubos em comércio, por sua vez, diminuíram de 323 para 186 — ou 42,4% de queda. Não houve registros de lesão corporal seguida de morte — em 2016, teve um.

O número de latrocínios permaneceu o mesmo em comparação com o ano passado: quatro. Em 2017, porém, todos foram elucidados. No mesmo período, roubos de veículos diminuíram em 10% — de 492 para 433 casos —, enquanto em coletivos apresentaram uma pequena redução de 2,9% (queda de 240 para 233 ocorrências).

A secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo, destacou o papel do Viva Brasília – Nosso Pacto Pela Vida na redução dos números. “Visa-se uma gestão integrada, compartilhada, com foco em resultados”, disse.

Também em relação aos números apresentados em 2016, duas estatísticas sofreram um pequeno aumento. Furtos em veículos subiram 1,2%, de mil para 1.012, e roubos a pedestre foram de 3.061 para 3.067 – ou 0,2%.

Como foi a atuação das corporações em janeiro de 2017

Além da diminuição de mortes no trânsito, o Departamento de Trânsito (Detran) informou queda no número de feridos: 714 a menos em comparação com 2016.

O Corpo de Bombeiros, por sua vez, fez mais de 56 mil atendimentos. A corporação coletou 1.242 litros de leite para abastecer o estoque do governo de Brasília. Foram vistoriados 43 mil imóveis no combate à dengue e 18 incêndios florestais foram combatidos.

A Polícia Civil registrou 37.650 ocorrências em janeiro deste ano. No mesmo período de 2016, foram 33,4 mil. Foram cumpridos 377 mandados de prisão e lavrados 160 autos de prisão em flagrante.

Na Polícia Militar, houve 24 mil ocorrências. Foram apreendidas 184 armas de fogo e 142 quilogramas de drogas ilícitas. A corporação prendeu 1.031 pessoas.

Edição: Paula Oliveira – http://www.ssp.df.gov.br/

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA