Exemplo: Policial Militar de Samambaia recusa 10 mil de traficante

0
727

Um policial militar do Distrito Federal recusou R$ 10 mil em propina, oferecido por um traficante de drogas, na tarde desta sexta-feira (21).

De acordo com informações da Polícia Militar do DF, o sargento Heitor Theodoro estava patrulhando as ruas da região administrativa de Samambaia, quando recebeu a informação de que um jovem de camisa azul estava traficando cocaína.

Na hora da abordagem, Mateus Paulo Gomes da Silva, de 20 anos, jogou uma pequena porção da droga no chão. Como não estava com documento de identidade, a guarnição se deslocou até a casa de Mateus e obteve autorização da mãe dele para pegar o documento.

No quarto do jovem foi encontrado uma balança de precisão e outra quantidade de droga. Neste momento, Mateus ofereceu R$ 10 mil ao sargento Theodoro (foto) e pediu que ele o acompanhasse até o banco, para retirada do dinheiro. O militar deu voz de prisão e conduziu o suspeito para a delegacia.

Theodoro é o mesmo policial que salvou 20 pessoas de um incêndio, em maio, na mesma cidade, de um prédio que pegava fogo, enquanto as pessoas dormiam. Na ocasião ele era cabo da PM, mas foi promovido pelo governador de Brasília pelo ato de bravura. No mês seguinte, ele, acompanhado do sargento Silvio Morican, conteve um incêndio de grandes proporções na Feira de Taguatinga, no DF, evitando que o local fosse destruído pelas chamas.

Fonte: Blog Samambaia em pauta – Foto: Minervino Júnior/CB.DA Press / Poliglota.