Wellington Luiz critica pressão do governador Rollemberg e diz que a Câmara Legislativa não vai aceitar

0
232

Ao pressionar a Câmara Legislativa para que aprove até semana que vem o projeto que institui a previdência complementar para os servidores do GDF, o governador foi alvo de discursos acalorados no plenário da CLDF.

O deputado Wellington Luiz foi um dos que mais endureceram o discurso contra Rollemberg. Segundo ele, o plano de Rollember é arrasar Brasília com fins unicamente eleitoreiros. “Será que ele acha que vai ser governador sozinho? Que ninguém terá coragem de ser candidato em Brasília?”.

Wellington fez questão de lembrar que quando ainda senador Rollemberg tentou dividir os recursos do Fundo Constitucional com o entorno alegando que o DF recebia muito dinheiro.

Outro detalhe que não pode ser desprezado são os números dos aumentos de alíquota efetuados pelo GDF:

1) o IPVA para veículos aumentou de 3% para 3,5%;

2) o ICMS modal (alíquota interna geral) aumentou de 17% para 18%;

3) o ICMS da gasolina subiu de 25% para 28%; e, o do diesel de 12% para 15%;

4) a alíquota do ITBI passou de 2% para 3% para venda de imóveis acima R$ 250 mil;

5) a alíquota do ISS para os serviços dos Cartórios subiu de 2% para 5%;

6) o ICMS cobrado das empresas de TV por assinatura passou de 10% para 15%;

7) o ICMS sobre bebidas alcoólicas subiu de 25% para 29%;

8) O ICMS sobre comunicação (telefonia)  subiu de 25% para 28%.

Veja o pronunciamento do deputado Wellington Luiz

Da redação,

Por Poliglota…