Greve das polícias em Natal. Governador entrega o Estado às Forças Armadas numa clara declaração de incompetência

0
704
Governador do Rio Grande do Norte não sabe o que fazer. Violência em alta

A greve branca das polícias militares e civil no Rio Grande do Norte, Natal, apenas veio demonstrar a incompetência de governos esquerdistas que nada sabem ou se importam com o povo brasileiro.

Hoje a capital viveu um dos dias mais violentos da capital. Polícia Civil e Militar resolveram enfrentar o fraco governo de Robsinson Farias (PSD), o mesmo de Rodrigo Rollemberg em Brasília, desde o início do aquartelamento de policiais militares e civis, iniciado há 12 dias. Mais de 15 corpos deram entrada no Instituto Técnico-Científico de Perícia e não há previsão de mais corpos dando entrada.

Segundo o Obvio (Observatório de Violência Letal Intencional), entidade que computa mortes no Estado, desde o início do aquartelamento houve um aumento de 51% no número de homicídios, em comparação ao mesmo período de 2016.

O governo de Robinson não tem nenhuma garantia da vinda de recursos federais para o Rio Grande do Norte. O governo do estado não conseguiu cumprir o calendário de pagamento dos servidores. O calendário divulgado pelo governo do RN previa para esta sexta (29) o pagamento do restante da folha de novembro e para 10 de janeiro o pagamento do 13º. No entanto, após a suspensão do repasse por parte do governo federal, a administração estadual pagou, nesta sexta, apenas o salário dos servidores que recebem até R$ 4 mil.

A greve continua…

Da redação com informações do UOL e G1

Por Poliglota…