Sistema especial para amanhã, dia de decisão do STF sobre caso Lula

0
347
Foto: Divulgação internet

A Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social do Distrito Federal (SSP/DF) e as forças de segurança se reuniram, na tarde desta segunda-feira (2), com representantes de movimentos sociais que têm manifestações previstas para quarta-feira (4), quando decidiram que o Protocolo Tático Integrado para Manifestações (PrTI) será acionado. Com isso, as vias S1 e N1 ficarão fechadas a partir de meia-noite de quarta.

Pelo fato de haver pessoas com ideias contrárias e como forma preventiva, os órgãos de segurança pública farão a divisão do público no canteiro central da Esplanada, desde a altura da Catedral até o limite com a Alameda dos Estados. Serão utilizadas duas fileiras de grades vazadas da Polícia Militar. No espaço entre elas, policiais militares ficarão posicionados a fim de evitar contato entre os dois lados.

Os organizadores dos movimentos sociais estimam que o evento deve reunir cerca de 20 mil pessoas, ao todo. Do lado norte, voltado para a via N1, ficará o grupo a favor da aprovação do Habeas Corpus Preventivo do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Do lado oposto, próximo à via S1, ficará o grupo contrário à aprovação. Em cada lado serão permitidos até três carros de som devidamente cadastrados.

Para garantir a segurança dos próprios manifestantes, de quem trabalha durante o ato, e ainda a integridade dos patrimônios públicos e privados, será proibida a entrada de uma série de itens, entre eles fogos de artifício, sprays, bonecos infláveis grandes e produtos inflamáveis. Haverá linhas de revista da Polícia Militar antes da entrada ao gramado, próximo à Catedral, por exemplo.

Esse tipo de medida não é exclusivo para a manifestação de quarta-feira. Ele está previsto no Protocolo Tático, firmado em abril de 2017 por 48 instituições públicas locais e federais, para toda manifestação que requer um controle maior por parte dos órgãos de segurança.

Informações aos motoristas

Os dois lados da Esplanada dos Ministérios ficarão interditados para veículos, da altura da Catedral até o Balão do Presidente, na via L4 Sul. O fechamento será feito pela Polícia Militar, a partir de meia-noite, e só após a dispersão total do público as pistas serão liberadas.

As principais alternativas para circulação são as vias que passam atrás dos ministérios: S2 e N2, além das Avenidas L2 Norte e Sul.

Fonte: SSPDF/ASCOM