Eleições PMDF: O que os bastidores não permitem enxergar

0
1330
Corporação indecisa na escolha de seus representantes

Por Poliglota…

Existe uma diferença muito grande em você ser jornalista e ao mesmo tempo ser PM. Não gosto muito de escrever sobre cenário político que envolva PM, a não ser quando seja para alertar.

Hoje foi a convenção regional do PHS. Fontes ligadas ao blog que compareceram ao evento confidenciaram algumas nuances que o “mundo de bob” (PMDF) desconhece. Mesmo não envolvendo as siglas escolhidas por policiais militares, algumas coisas precisam ser colocadas.

Compromissados ao PTC estão ST Geraldo, Sgt Jabá, Sgt Ailton Miranda e Paulo Thiago a distrital, além do Sgt Eliomar Rodrigues, pré-candidato a deputado federal. Desses, apenas o pré-candidato Ailton Miranda havia declarado antecipadamente que permaneceria no partido e os demais, com exceção de Jabá, estavam empenhados com o DEM do deputado federal Alberto Fraga. Meteram a faca no Fraga.

Pois bem, em declarações do bam-bam-bam Eduardo Pedrosa, inquirido por alguns no evento e sobrinho de Eliana Pedrosa, candidata majoritária ao GDF, todos já havia firmado compromisso anterior de compor o partido, inclusive com assinaturas das fichas. Ora, recente matéria divulgava exatamente o contrário onde os pré-candidatos estariam acertados com o DEM, primeiro e único partido a disponibilizar a possibilidade de um Chapão Militar. Alguém tem dúvidas de qual será a escolha da candidata majoritária ao GDF Eliana Pedrosa para apoiar?

O objetivo, óbvio, é eleger o futuro candidato da futura candidata ao Buriti, afinal, ele é o dono da nominata. Ela, a nominata, foi montada única e exclusivamente para eleger Eduardo Pedrosa, o queridinho da titia. Existe a possibilidade, remota, de que a sigla consiga eleger um segundo candidato, mas para isso teriam que “minar” nomes, tais como ST Hermeto (mais de 9 mil votos). Indo para o partido, Hermeto poderia colocar em risco a eleição do próprio sobrinho do coração de Eliana, o que para a majoritária não teria nenhum interesse, e de outros pretensos candidatos. Por isso a decisão unânime de que Hermeto lá não teria guarita.

Vamos agora ao PSC, partido escolhido pelo ST Ricardo Pato. Nesse partido, nomes de peso como o Pastor Daniel de Castro, Iolando, Valério da Maranatha e Lílian Brunelli, conforme abaixo, obtiveram muito mais votos que o policial militar (3.697 votos). Será apenas mais um “puxador” de votos para paisanos, por mais que ele insista em afirmar que seja possível alcançar uma cadeira. Pode acontecer? Sim, sem dúvidas, mas para isso precisará de muito trabalho e, principalmente, dinheiro.

Portanto, meus prezados leitores, mais uma vez essa Polícia Militar demonstra a falta de maturidade política para escolher seus representantes e definir sua representação. Cada um está pensando em si próprio e o único que pensou na coletividade parece caminhar para o isolamento no partido Democrata, fato semelhante acontecido em 2014 quando as mesmas figurinhas carimbadas foram para o Chapão do Guarda Jânio e se embrenharam no “canto da sereia” de Bessa e Arruda.

Que Hermeto seja sábio e não sofra as mesmas consequências que o Tenente Poliglota sofreu por querer ajudar as corporações e acabou morrendo na praia, por abandono e ignorância política.

Que outubro nos traga uma “boa fumaça branca”.