“A paridade salarial da Polícia Civil, agora sai”, diz o governador Ibaneis

0
2143
Foto / Renato Alves

Depois de quatro anos de intensa luta pela paridade salarial entre a Polícia Civil e a Polícia Federal, negada pelo governo Rollemberg , desta vez os policiais civis terão a reivindicação atendida pelo governador Ibaneis Rocha. No pacote de medidas anunciadas nesta sexta-feira (11/01), durante o lançamento do SOS/DF Segurança, ocorrida na praça do Buriti, Ibaneis vai tornar realidade a promessa de campanha

Por Poliglota, fonte//RADAR-DF

“A paridade salarial da Polícia Civil agora sai”, sustentou o governador ao determinar a instalação de um Grupo de Trabalho formado pelo secretário de Segurança e pelos Comandantes das Forças Militares, bem como pelos sindicatos das categorias.

O objetivo é oferecer em um prazo de 15 dias um estudo que aponte como será implementada a paridade salarial da Polícia Civil ao que ganha os policiais federais.

A paridade existe desde a criação da Policia Civil do Distrito Federal e da Polícia Federal que surgiram do antigo Departamento de Segurança Pública criado pelo ex-presidente Castelo Branco.

As duas policias são irmãs gêmeas até no salário. Foi o ex-governador derrotado Rodrigo Rollemberg (PSB), que tirou a paridade salarial da PCDF. Além de desviar o dinheiro do Fundo Constitucional, o pior governo da história de Brasilia, ainda sucateou a estrutura da Instituição.

Além do Grupo de Trabalho tratar da paridade, também apontará ao governador o caminho de como será feito o aumento salarial para a Policia Militar e para o Corpo de Bombeiros.

Cobrança

Ibaneis afirmou que irá tratar das forças de segurança com muito carinho e determinação, mas que também irá cobrar subordinação e hierarquia. O governador quer que todos trabalhem de forma integrada para acabar com os graves problemas da segurança do Distrital Federal.

Investimento

O governo vai investir quase R$300 milhões a mais nas forças de segurança. O governador assinou um decreto que aumenta a gratificação dos militares pelo trabalho voluntário.

A medida é para ter mais policiais nas ruas a disposição da sociedade.

A mesma medida também foi criada na Polícia Civil. Cada policial voluntário, seja ele da PM ou da Polícia Civil vai ganhar R$400 ,00 a mais no contracheque.

Concursados

“Todos os aprovados em concurso público serão nomeados”, garantiu o governador. Ele disse que na próxima semana estará recebendo um relatório detalhado sobre a saúde financeira do GDF e que deseja chamar quem fez concurso para a área da segurança pública o mais rápido possível.

“Tudo que foi prometido por mim durante a campanha será cumprido”, disse.

Rombo provocado por Rollemberg

O que estamos encontrando dentro do Buriti chega a ser assustador”, disse ao afirmar que o ex-governador Rodrigo Rollemberg pedalou nas contas públicas.

“Só com a folha de pagamento de dezembro tivemos que desembolsar mais de 1 bilhão do orçamento desse ano para honrar os salários dos servidores”.

Ibaneis disse que pegou o governo em uma situação financeira complicada por causa da irresponsabilidade fiscal praticada por Rollemberg.

“Mesmo assim vou honrar os compromissos que fiz com a sociedade. Não vou governar olhando para trás. Que os órgãos de controle tomem conta disso”, sustentou.