“Bolsa passe-livre pra bandido”…Ficou maluco deputado?

0
570
Deputado Distrital Valdelino Barcelos

Projeto polêmico do deputado distrital Valdelino Barcelos é rechaçado nas redes sociais e no seio da população do DF

Por Poliglota…

Já dizia minha falecida avó que “Quem nunca bebeu mel, quando bebe se lambuza”.

Alguns deputados ainda não caíram na real de que foram eleitos para fiscalizar e defender a sociedade que os elegeu dos maus costumes objetos de tanta corrupção e governos incompetentes.

A última piada de início de legislatura partiu do deputado distrital Valdelino Barcelos, autor de uma proposta que institui o “bolsa passe-livre pra bandido”. Pela proposta do recém-eleito parlamentar, os presos terão direito ao transporte gratuito logo que forem liberados da cadeia.

A polêmica proposta caiu como uma bomba no meio da população do DF que já paga o transporte público mais caro do país. Na opinião, principalmente da classe trabalhadora de Brasília, uma aberração dessa não deve sequer ser levado à discussão.

Será que o nobre parlamentar esquece que esses mesmos presos que nada oferecem em troca para o crescimento do DF já recebem um  auxílio-reclusão no valor de R$ 1.364,43 por mês e apelidado de “bolsa-bandido”? Retrucou um internauta. Agora será que vamos ter que que ofertar transporte de graça para esses vagabundos que matam, roubam e estupram caso esse projeto estapafúrdio seja aprovado? Disse um outro internauta revoltado.

O pior de tudo foi a justificativa do deputado que disse: “Ao sair da prisão, esses presos vão ao encontro de uma sociedade que, já no primeiro contato, aparentemente, lhes dá as costas, visto que ao deixarem o presídio, em sua grande maioria, os mesmos não possuem recursos financeiros sequer para se deslocarem para suas moradias”.

Segundo apurou o site Radar/DF, o mês que o governador Ibaneis Rocha (MDB) tenta negociar com os deputados distritais para que o passe livre estudantil tenha o valor reduzido em 50%, o distrital Valdelino Barcelos, que é da base do governo, defende que o passe livre para os vagabundos seja bancado oferecido pelo governo em valor integral aos apenados da Papuda.

Por outro lado, notícias dão conta de que a partir do próximo dia 24 de fevereiro, por exemplo, milhares de moradores das cidades do Entorno como de Luziânia, do Lago Azul, e Novo Gama, vão ter que pagar uma tarifa de ônibus mais cara no valor de R$ 7,60 para chegar a rodoviária de Brasília. O reajuste será de 5,23%. Grande parte do 1,1 milhão de habitantes destes municípios trabalha em Brasília e usa os municípios do Entorno apenas como “cidade dormitório.

Assim como o Radar/DF, o blog do Poliglota tentou contato com a assessoria do deputado Valdelino Barcelos, porém não houve retorno das ligações.

Devido à repercussão negativa da proposta, fontes ligadas ao deputado informaram que o mesmo já estaria pensando em desistir dessa ideia maluca que só traria mais revolta à população e um desgaste desnecessário ao parlamentar de primeiro mandato.