Respeite os PMs e BMs Rede Globo. Não somos invasores!

0
998
ST Geraldo (direita), Coordenador do Grupo de Moradores de Becos do DF recebendo junto com moradores de becos suas escrituras pelo ex-governador Rollemberg

Lotes de Becos do Gama –DF

 “Ao longo de mais de uma década os Policiais e Bombeiros Militares que foram contemplados pelo programa de habilitação do GDF são taxados como invasores de área pública. Isso é inadmissível, pois estavam inscritos na CODHAB e atenderam todos os requisitos legais exigidos em programas habitacionais do próprio governo” (ST PMDF Geraldo, Coordenador do Grupo de Moradores de Becos do DF)

Postado por Poliglota…

Alguns moradores insatisfeitos não aceitam que o policial ou bombeiro venha residir ao lado de suas casas, assim, amparados e apoiados por uma Rede totalmente parcial, noticiam inverdades e denigrem a moral dos profissionais de segurança pública, com calúnias e difamações.  Inclusive, quando é mencionado ”INVASORES DE ÁREA PÚBLICA” estão imputando a esses profissionais fato criminoso. As atitudes desses moradores são totalmente reprováveis e pior ainda daqueles acham que tem o poder da “livre imprensa” compactuarem sem conhecimento de causa.

Obstante relembrar que no mandato do ex-governador Rodrigo Rollember (PSB), houve até mesmo a entrega de escrituras aos policiais, bombeiros e servidores da segurança pública contemplados pelo Programa Habitacional.

Cabe afirmar que os contemplados pelo programa habitacional do GDF, não são invasores e aguardam a conclusão do processo de regularização por parte do Estado. Se o Estado não tem competência para legislar dentro da realidade e da justiça, não se pode formar opinião e juízo de valores de pais de famílias que hoje esperam uma ação concreta do próprio governo e da justiça. Acredita-se no bom senso da população de Brasília e da importância de ter esses profissionais de segurança ao seu lado, não se deixando levar pela tendência midiática de determinados meios de comunicação.

Segue matéria na íntegra, e não editada, da reportagem da Rede Globo para o DFTV realizada no dia 06/05/2019.