Você sabia que já pode tirar a nova Carteira de Identidade ou trocar a antiga?

0
698

Postado por Poliglota via Blog do ChiquinhoDornas

Confira como emitir a nova carteira de identidade no DF A primeira via é gratuita. Quem já tem RG e deseja tirar a segunda via precisa pagar a taxa de R$ 42

A Polícia Civil do DF já emite nova carteira de identidade. Expedida por meio do Instituto de Identificação, o novo documento tem visual diferente e diversos itens de segurança, de acordo com o que determina o Decreto nº 9.278, de fevereiro de 2018.

Nessa identidade, emitida pela PCDF desde 13 de maio, é possível acrescentar, além do número do CPF, dados de outros documentos, como os números de Identificação Social (NIS), do Programa de Integração Social (PIS) ou do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); a Carteira Nacional de Habilitação; o Cartão Nacional de Saúde; o Título de Eleitor, entre outros. Dessa forma, a carteira de identidade fará prova de todos os dados nela incluídos e dispensará a apresentação desses outros documentos.

O novo RG também pode, a pedido, exibir informações como o tipo sanguíneo e o fator Rh, e, ainda, condições específicas de saúde cuja divulgação contribua para preservar ou salvar a vida do titular. Além disso, o cidadão poderá pedir a inclusão do nome social, mediante requerimento e sem a exigência de documentação comprobatória.

Para a emissão, o cidadão deve realizar o agendamento no endereço >>>, https://www.pcdf.df.gov.br/   . As vagas são disponibilizadas, todo dia útil, no sistema, nos seguintes horários: 8h30, 10h30, 14h30 e 16h30. Quem já tem RG e deseja tirar a segunda via precisa pagar a taxa de R$ 42 para a emissão do novo documento, como já ocorria na emissão da carteira de identidade antiga. Somente a primeira via é gratuita.

Segurança: Com o objetivo de aumentar a segurança, o documento traz código de barras bidimensional, no padrão QR Code, que permitirá a consulta da validade pelas autoridades. O novo RG conta também com diversos elementos gráficos e de segurança, como as Armas da República Federativa do Brasil impressas com tinta invisível reativa à fonte de luz ultravioleta.

Correio Braziliense