Fotos exclusivas e bastidores da operação contra Negreiros são revelados

0
225

A intervenção ocorreu na CLDF e teve como foco documentos referentes ao distrital Robério Negreiros (PSD)

Fonte: Jornal de Brasília

Recolhido…
Logo cedo, por volta das 8h30, a operação batizada de Absentia (ausência em latim) foi deflagrada por integrantes da Polícia Civil e do Ministério Público. A intervenção ocorreu na CLDF e teve como foco documentos referentes ao distrital Robério Negreiros (PSD). No entanto, há informações internas da Casa legislativa de que os agentes públicos teriam recolhido documentos que não seriam referentes à operação. Há o medo de que arquivos com referência a outros deputados também estejam de posse dos investigadores.

…”por engano”

Alguns dos presentes, em um dos quatro ambientes que receberam a atuação da PCDF e do MPDFT, estranharam um fato. Durante a operação, um documento oficial chegou a ser colocado em uma das maletas “por engano” e os integrantes da operação não puderam mais abrir a sacola, que é vedada quando fechada. Questionados sobre o fato, a comunicação do MPDFT informou que, como a operação está sob sigilo, não prestará qualquer esclarecimento sobre o fato. Já a PCDF pediu que os questionamentos fossem remetidos ao MPDFT. Para recuperar qualquer documento levado por equívoco, a Casa terá de formalizar pedido perante o Judiciário.

Às cegas

À coluna, ao menos quatro fontes afirmaram que representantes dos órgãos de investigação tiveram o receio de que documentos pudessem ser destruídos. É fato que máquinas de triturar papel são utilizadas por alguns gabinetes e integrantes da Casa legislativa, embora haja levantamentos que mostram que o Legislativo local é considerado um dos órgãos públicos mais transparentes. De qualquer forma, suposições quanto a alguma ultrapassagem legal geraram inquietação nos investigadores. O MPDFT e a PCDF se ausentaram de comentar o fato.

Dados abertos

Além dos documentos referente à lista de ponto, arquivos que tratam da verba indenizatória, relacionadas a Robério Negreiros, também foram apreendidos. Não há informação de que as investigações abrangeriam atos do tipo, mas todos os gastos com verba indenizatória são publicizados pela CLDF em seu site. O MPDFT e a PCDF se ausentaram de comentar o fato.

Primeira mão

Leitores do Jornal de Brasília souberam antes da atuação da Polícia Civil e do Ministério Público, depois que a versão online da coluna publicou a informação logo cedo. A matéria chegou a pautar outros veículos de imprensa que não tiveram a permissão de ingressar na Casa até que a operação terminasse, por volta das 15h.

O voto foi ‘não’

Com a aprovação do relatório da Previdência na comissão especial, o representante do DF no colegiado, deputado Prof. Israel (PV), já começou a costurar votos no Plenário para tentar reverter parte do texto do relatório. O voto na comissão foi pela rejeição e os pontos considerados “injustos” são relacionados às categorias dos professores e servidores. “A pressa do governo atropelou as discussões”, lamentou o parlamentar.

Nos bastidores

Conhecida como “BR da Morte”, trechos da BR-080 devem receber duplicação que foi anunciado pelo GDF. As obras devem começar em aproximadamente 15 dias e devem diminuir os acidentes na via. Pouco prestigiada pelo governo, a deputada federal Paula Belmonte (Cidadania) tem trabalhado desde fevereiro pela duplicação da rodovia. A parlamentar tenta garantir um espaço na Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) da Câmara Federal para garantir recursos às obras da via.

De forma exclusiva, a coluna conseguiu fotos de um dos ambientes que receberam a visita dos investigadores. A bagunça estava nítida.