Psicologia explica a preferência das mulheres por homens mais velhos

0
492

É cada vez mais comum vermos mulheres jovens se relacionando com homens mais velhos. Tanto celebridades, quanto pessoas “normais”. O que sempre foi alvo de preconceito, hoje está sendo cada vez mais comum. Será que esse tipo de relação dá certo mesmo? O que as mulheres tanto veem nos caras mais maduros? 

Postado por Poliglota…

Para descobrir, o site de relacionamentos, Meu Rubi, ouviu as experiências de duas inscritas e a explicação da psicologia.

Apesar de não ser um padrão, no geral, homens mais velhos são mais seguros em suas vidas, podem garantir uma relação estável e tranquila às mulheres. É fato que uma mulher baladeira, que gosta de ir à festas de quinta a domingo, dificilmente encontrará um parceiro mais velho que curta fazer as mesmas coisas (apesar de haver exceções). Mas, para mulheres que procuram tranquilidade e gostam de programas mais calmos, certamente o encontrará mais facilmente.

A primeira entrevistada pelo site, Ana (como prefere ser chamada), de 26 anos, teve um relacionamento de três anos com o ex, de 49 anos. Para ela, a diferença de idade foi uma característica positiva. “Sempre busquei me relacionar com caras mais velhos, gosto de homens maduros e seguros da vida. Eu e meu ex tínhamos muitos gostos em comum e foi o mais importante para durar todo esse tempo”, conta.

Outro fator que pode atrair as mulheres é que, em geral, os homens são mais abertos à novas experiências e menos cheios de regras. Se deixam levar pela atração independentemente da idade. Os mais vividos certamente irão preferir ensinar em alguns aspectos, fato que também pode ser uma fantasia para mulheres que gostam de ser conduzidas, não somente na cama, mas na relação como um todo.

Ter alguém responsável e confiante ao lado pode ser uma das características mais atraentes. 

A psicóloga e diretora da faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo, Lourdes Brunini, diz que a grande maioria das mulheres procuram segurança e confiança nas relações. “O homem com mais experiência ensina e conduz a parceira. Os mais novos, muitas vezes, podem não ter a mesma preocupação em satisfazer a mulher como os mais maduros”, explica. Mas outros fatores também importam na hora de escolher. Na cultura a qual estamos inseridos, um homem honesto e responsável chama mais a atenção. “Em sua maioria, as mulheres buscam isso pelo medo de se decepcionar”, comenta Lourdes.

Mas como em todo relacionamento, também há alguns poréns. A outra entrevistada do site, Gabi, teve uma experiência com um final frustrante. “Na época em que o conheci, tinha 19 anos e ele 32. Com interesses parecidos, íamos em algumas festas juntos e cheguei a apresentá-lo aos meus amigos mais próximos, depois de 7 meses nos relacionando, ele se mudou para a Austrália a trabalho e eu soube uma semana antes”, conta. Apesar do fim decepcionante, Gabi afirma não se arrepender. “O que vivemos juntos vou lembrar como algo bom, também aprendi muito com alguém mais experiente do que eu. Depois dele, sempre busquei homens mais maduros”, explica.

Segundo Lourdes, os principais problemas de uma relação assim é que, em alguns casos, as mulheres têm dificuldade em aceitar os filhos do parceiro ou vice-versa. Planos de vida muito diferentes também podem levar a complicações no futuro, como o caso de Gabi. Além do preconceito, que ainda é um empecilho quando as mulheres, por serem mais jovens, passam por interesseiras. Mas obviamente são obstáculos que podem ser superados se a vontade de fazer dar certo for maior.

Fonte: Lourdes Brunini, Psicóloga e diretora da faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo