Correio ENTREVISTA Presidenciáveis – Parte 7: Paulo Rabello

0
74

‘Simplificação’ e ‘eficiência’ serão palavras-chave do governo, diz Rabello

Ele prometeu estratégias incisivas contra a desigualdade social, à melhoria da educação e da segurança pública nacional

O pré-candidato ao Palácio do Planalto pelo PSC, Paulo Rabello, foi um dos postulantes que participou da sabatina promovida pelo Correio Braziliense, nesta quarta-feira (5/4). O ex-presidente do BNDES declarou que, se eleito, as palavras-chave para seu governo será “simplificação” e “eficiência”. Ele prometeu estratégias incisivas contra a desigualdade social, à melhoria da educação e da segurança pública nacional.

Economista, Rabello foi presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2016. Quando ocupava o cargo, pôde acompanhar de perto as questões sociais e econômicas do país. Como uma das medidas para enfrentar o desemprego, o pré-candidato afirma que o governo deve passar da fase assistencialista do mais pobre para dar um “novo rumo” ao povo, baseado em capital.

“Eu sei onde o dinheiro está, sei porque, então sei como faremos essa modificação. Tem mais de R$ 1 trilhão que pode ser redistribuído sem ter que tirar do bolso do mais pobre e sem aumentar a tributação. É um esquema de, sobretudo, criatividade”, completou.

Uma das preocupações do economista, além de reformular a reforma da Previdência e, assim, dar “mais dignidade” ao trabalhador, é aprimorar a educação do país. Para Rabello, a solução é tornar o ensino básico integral e capacitar cada vez mais os professores.

“O governo atual faz avaliações muito tardias do que acontece com o aluno. Quando ele já está no ensino é que vamos descobrir que ele está sem a base. O governo federal precisa entender o problema para investir nessa reformulação. Em 2019, vamos calcular como transformar essa educação em tempo integral e aproveitar melhor o tempo das escolas: eficiência é a palavra chave”.

Correio Entrevista: Paulo Rabello de Castro

Posted by Correio Braziliense on Wednesday, June 6, 2018

Fonte: Correio Braziliense