#Puxadinho Não! Aproximação de Abrantes com Ibaneis afugenta deputados

0
358

O deputado reeleito Cláudio Abrantes, aliado de primeira hora do governador eleito Ibaneis Rocha, acredita na estratégia que basta colar no governador para vencer a disputa pela presidência do poder legislativo local. No entanto, a ligação quase umbilical entre o distrital pededista  e o governador emedebista provoca reações diversas entre os distritais. Uma campanha intitulada “#Puxadinho Não!” corre nos bastidores da Câmara Legislativa

Por Toni Duarte//RADAR-DF

É quase onipresente a figura do deputado Cláudio Abrantes (PDT), em todos os encontros políticos que esteja o governador eleito Ibaneis Rocha.

Foi assim durante toda a campanha eleitoral do emedebista e está sendo agora, com mais intensidade, depois que o homem foi eleito para governar o DF nos próximos quatro anos.

Na quinta-feira (08/11),  o governador Ibaneis viajou para Corrente/Piauí, terra natal de seus familiares onde foi recebido com entusiasmo  e carinho por uma multidão.

Ibaneis desfilou em carro aberto pela cidade, distante 800 quilômetros da capital piauiense e discursou sob forte emoção ao falar que gostaria de ter o pai ao seu lado para festejar a sua vitoria. Ibaneis Rocha Barros, pai do governador, faleceu no inicio deste ano.

No entanto, foi a presença de Cláudio Abrantes ao lado de Ibaneis Rocha na distante Corrente que acendeu o sinal de alerta aos outros 23 deputados distritais eleitos e reeleitos que estão focados na disputa da próxima mesa diretora da Câmara Legislativa que ocorre no inicio do próximo ano.

Entre os 16 deputados novatos e os 8 deputados antigos que formarão a nova Câmara, a parti do dia 1 de janeiro, a campanha “#Puxadinho Não!” tomou força nesta sexta-feira viajando como mensagem trocada entre eles.

A maioria não aceita que a CLDF continue o “puxadinho” de sempre do Buriti, onde o chefe do Executivo manda e o legislativo obedece ajoelhado. Além do mais  tem quem diga que se Cláudio Abrantes for o presidente os mandatos dos deputados se enfraquecerão.

Segundo um distrital reeleito para o terceiro mandato, os deputados querem manter o mesmo ritmo de independência implantado na gestão de Celina Leão e de Joe Valle , atual presidente da CLDF, durante todo o governo Rollemberg.

Dentro do movimento de independência que vem sendo construído pelos novatos é quase unânime  a posição de que não votaria em Abrantes para a presidência da Câmara e nem serviria de escada para projetá-lo  dentro do novo governo.

No entanto, na concepção da ampla maioria,   um bom presidente para o legislativo  é aquele que não seja tão próximo ao governador de plantão e nem tão distante dele.