Moro contra os 300 picaretas com anel de doutor

407
Foto: Reprodução internet

Postado por Poliglota…

No passado, o PT era o grande combatente contra a corrupção. Desde a redemocratização, todos os governos tiveram que enfrentar pedidos de impeachment no Congresso impetrados pelo partido do ex-presidente Lula. Em setembro de 1993, Luiz Inácio soltou a célebre frase: “Há uma maioria de 300 picaretas que defendem apenas seus próprios interesses”.

Hoje, o cenário político virou ao avesso. O PT se misturou com os picaretas do passado e ambos passaram a serem alvos de investigação na operação Lava Jato. Lula, o implacável crítico contra a corrupção, cumpre pena em Curitiba.

Nessa última terça-feira (2), o ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro encarou a fúria dos asseclas do PT. O deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) fez o ataque mais chulo ao ministro, ao chamá-lo de “ladrão”. Delatado pela JBS em 2014, o parlamentar utiliza suas redes sociais para atacar a Lava Jato e defender a liberdade do ex-presidente.

Vergonha! Esta é a palavra certa para definir o que podemos chamar de a maior metamorfose política de todos os tempos no país. Antes na posição de júri, a esquerda e seus aliados atualmente se encontram no banco dos réus, seguindo à risca a máxima de Lênin: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é”.

Fonte: Blog do Fred Lima