Garoto tem bicicleta furtada, chora e comove policiais que doam uma nova para ele

0
610

O choro comovente de um menino de 12 anos inspirou a equipe do Batalhão Escolar comandada pelo subtenente Francisco Carlos da Silva a fazer uma boa ação. Junto com os sargentos Vagmar Pereira e Clodoaldo Gomes, ele doou uma bicicleta ao pequeno Caio.

Resumida assim, a história parece banal. Mas os bastidores dela revelam o lado humano e empático dos policiais militares.

Há pouco mais de duas semanas, os policiais patrulhavam as escolas do P Norte. Ao sair do Centro Educacional 11, a guarnição viu um grupo de meninos correndo atrás da viatura. Surpresos, os policiais demoraram a entender o porquê.

No meio da garotada, um menino se destacava. Era o Caio, que chorava copiosamente por ter tido a bicicleta furtada. A situação incomum comoveu os policiais militares.

Eles puseram o garoto na viatura na tentativa de encontrar a bicicleta. Mas nada foi encontrado. A guarnição deixou o Caio em casa e continuou com o patrulhamento.

Segundo o subtenente Francisco Carlos, o choro do menino não saía da cabeça. “Decidimos doar uma bicicleta para aliviar a dor daquele garoto”, explica. “A atitude dele nos revelou o seu bom caráter. Não tinha como não o ajudar”.

Na última quinta-feira (4), o reencontro entre os policiais e o Caio ocorreu em frente à casa dele. Os policiais apareceram com uma bicicleta nova para presentear o menino.

“É muito legal quando a gente ajuda o próximo”, sentencia o subtenente Francisco Carlos. “É um garoto humilde, de família que mereceu o nosso pequeno gesto”. Dessa vez, com o sorriso no rosto, o pequeno Caio juntou os amigos e foi ao encontro dos policiais militares.

Quando procurou a polícia pela primeira vez, o garoto achava que estava sofrendo um castigo de Deus por sair atrasado para a escola. Agora, com o presente, ele acredita ser recompensado pelo bom comportamento que comoveu a equipe de policiais.

Fonte: ASCOM PMDF