Guerra em Sobral: Cid Gomes é baleado ao tentar invadir quartel com trator

150

O senador Cid Gomes (PDT) foi baleado na tarde desta quarta-feira (19), enquanto forçava com uma retroescavadeira, entrada no Batalhão da Polícia Militar da cidade de Sobral, que está ocupado por militares encapuzados.

Os tiros foram disparados na direção de Cid e quebraram os vidros do veículo utilizado pelo senador. Um dos disparos o atingiu na região do tórax, tendo sido socorrido para o Hospital do Coração, onde recebeu os primeiros atendimentos e em seguida, levado para a Santa Casa de Misericórdia.

Assista aos vídeos:

Cid em Sobral

O senador Cid Gomes chegou no final da tarde em Sobral, em meio a greve deflagrada pelos policiais militares. Chamou-os de bandidos, marginais e os enfrentou na porta do quartel, ficando baleado.

Posted by A Voz de Santa Quitéria on Wednesday, February 19, 2020

Antes do fato, o político desembarcou no Aeroporto local e falou para os presentes, criticando os policiais militares, chamando-os de bandidos e marginais, pela medida tomada mais cedo ao ordenar o fechamento de comércios pelo centro da cidade, mediante uma suposta ameaça de “arrastão”.

Ele ainda afirmou em seu discurso que “mesmo desarmado, enfrentaria quem armado estivesse, sob o custo da minha vida, mas ninguém vai fazer o que esses bandidos estão fazendo em Sobral.

Nas redes sociais as críticas foram violentas contra a atitude do senador. “Isso é o que eu chamo de verdadeira legítima defesa, de uma agressão atual, injusta, não provocada, usando dos meios moderados. O abuso de autoridade do senador, como se fosse um ditadorzinho, que jogou uma máquina que, se não fosse contida, poderia ter assassinado vários policiais militares, covardemente. Aliás, que direito tem o senador de jogar uma escavadeira sobre pais de família e trabalhadores? Isso constitui o verdadeiro abuso de autoridade, corriqueiro quando se trata dos irmãos Cid e Ciro Gomes”, disse um internauta.

“Estava escrito nas estrelas que uma hora eles se encontrariam com alguém que não se acovardasse no temor reverencial que tem se verificado até hoje, e resolvesse exercer o seu direito de defesa! Só espero que haja promotores e juízes com firmeza, senso de justiça e coragem moral para reconhecer essa desnecessária e injusta agressão, além de reprochável abuso de autoridade”, completou outro internauta.

Fonte: https://www.avozdesantaquiteria.com.br/2020/02/guerra-em-sobral-cid-gomes-e-baleado-ao.html