MP de Bolsonaro permitirá redução de salários em até 70%

413
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

A nova medida deve ser publicada ainda nesta quarta e faz parte do programa de proteção do governo contra crise do coronavírus

Anunciada nesta quarta-feira (01/04), a nova medida provisória que trata da redução de salários durante a pandemia do coronavírus permitirá diminuir a jornada ou os salários em até 70%. Em troca, o trabalhador vai receber uma parcela do seguro-desemprego, que deverá custar R$ 51,2 bilhões aos cofres públicos. A medida valerá para empregadores que não demitirem funcionários durante a crise.

A medida foi anunciada junto com o pacote de ações de “proteção”, na ordem de R$ 200 bilhões, apresentado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes (foto em destaque), no Palácio do Planalto.

O pacote inclui os R$ 98 bilhões previstos para o auxílio emergencial de R$ 600 para 54 milhões de trabalhadores informais.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Coronavírus: Maia volta a dizer que Guedes errou e demorou a agir

“Seja ponderado, presidente”, pede Doria após post de Bolsonaro

MP de Bolsonaro reduz ano letivo por causa do coronavírus

Decreto do GDF vai autorizar reabertura de feiras permanentes

“O presidente nos incumbiu da missão de defender a saúde e o emprego dos brasileiros, o presidente pediu que lançasse uma camada para os informais. Essa camada foi ampliada também para microempreendedores e para alguns formais que possam sofrer o impacto da crise”, assinalou o titular da Economia.

“Nós separamos então recursos de R$ 98 bilhões para atingir 54 milhões de brasileiros de forma que eles tenham recursos nos próximos três meses para enfrentar essa primeira onda”, completou Guedes, durante o pronunciamento.

Fonte: Metropoles.com