Matéria tendenciosa e irresponsável do Correio Braziliense tenta jogar a população contra as forças de segurança do DF

3147
Foto, Michael Melo/Metrópoles

Publicada no Blog da Denise (Denise Rothenburg) do Correio Braziliense, foi encarada por diversos segmentos da segurança pública do DF como uma tentativa clara de se jogar a opinião pública contra esses profissionais que tanto tem doado de si os esforços para ajudar e combater a pandemia do coronavirus em Brasília

A matéria do Correio Braziliense de hoje, 1 de junho, fazendo insinuações de que o aumento dos militares estaria ligado a interesses políticos do Presidente Bolsonaro é de extrema crueldade, insensatez e covardia. É um desrespeito aos policiais militares, bombeiros militares e a Polícia Civil da “Capital de todos os Brasileiros”.

Esse tipo de matéria é um sinal forte de que a nossa sociedade está doente. Estamos vivendo uma polarização política que só quem vai sair perdendo é a população. As Forças de Segurança Pública do DF estão lutando há anos por esse reconhecimento e não considero justo atrelar a conquista a disputas políticas.

Precisamos do equilíbrio de TODOS. Precisamos que todas as instituições sejam respeitadas.

Hoje o radicalismo está generalizado e o provincianismo político e social sem precedentes.

A população precisa de atitudes e respostas para as mazelas e a grande crise que se abateu sobre nossa nação.

“NÃO PODEMOS ACEITAR OPORTUNISMO POLÍTICO”

Existem milhares de desempregados, milhares de empresas fechando, pessoas se suicidando, pânico e medo generalizado, fome, além das mortes causadas pelo COVID-19 e outras doenças.

Precisamos de equilíbrio!!! Jogar todo mundo no mesmo “balde” é cruel.

Agora, é hora de deixar as diferenças de lado e nos unirmos.

A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e Polícia Civil do DF devem ter, por parte da população do DF e de todos os segmentos que o compõe, o mais amplo respeito.

**Luciano Lima (Jornalista)