Segundo PM a morrer vítima de Covid-19 no DF era subtenente da corporação

711
Foto reproduçãp

João Seixas Estefânio estava entubado e recebendo uma série de medicamentos, mas quadro clínico se agravou até ele sofrer parada cardíaca

O segundo policial militar do Distrito Federal morto em decorrência de infecção provocada pelo novo coronavírus perdeu a luta contra a doença às 14h10 desta quinta-feira (04/06), na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Maria Auxiliadora, no Gama. O subtenente da reserva remunerada João Seixas Estefânio (foto em destaque) estava entubado e recebendo uma série de medicamentos, mas o quadro clínico se agravou até o militar sofrer parada cardiorespiratória.

Na noite desta quinta (4), o Comando-Geral da PMDF publicou nota de pesar pela morte do subtenente.

“É com imenso pesar que a Polícia Militar do Distrito Federal informa o falecimento do ST RR Jõao Seixas Estefânio. Ele faleceu por volta das 14h desta quinta-feira (04) no Hospital Maria Auxiliadora. A Policia Militar do Distrito Federal se solidariza com toda a família do policial neste momento de dor”, diz a nota.

O militar estava entubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde 26 de março, quando chegou à emergência apresentando febre e insuficiência respiratória.

Veja fotos:

Policiais fazem testes para a Covid-19Hugo Barreto/Metrópoles

A morte do sargento da Polícia Militar do Distrito Federal Romildo Pereira, 50 anos, ocorreu no Hospital Maria Auxiliadora, no GamaImagem cedida ao Metrópoles

Com 29 anos de corporação, Romildo era lotado em um batalhão da PMDF em Samambaia. O sargento começou a sentir os efeitos semelhantes aos de uma gripe em 20 de março.

Fonte: Metropoles.com